Música portuguesa – artistas e álbuns dos últimos anos

O pop português, a música alternativa e independente

Filipe Sambado, Samuel Úria, Capitão Fausto e Cassete Pirada são alguns dos nome cuja relevância no panorama musical português que, de há uns anos para cá, tem andando pelas bocas do mundo.

https://www.youtube.com/watch?v=stRJOUJlOLc

Em 2018 o grupo MadrePaz lançou o seu 2º disco intitulado Bonanza, considerado um dos melhores álbuns do ano.

 

Hip-Hop

O hip-hop é um dos género musicais com maior projecção a nível nacional. Um dos nome com maior notoriedade é a rapper CAPICUA. Natural do Porto, esta socióloga profissionalizou-se no mundo da música e afirma querer abrir horizontes e mostrar que o rap é uma cultura abrangente: “Ficamos facilmente moldados a achar que o hip hop é isto ou aquilo”. CAPICUA ocupa um espaço de relevo na música de intervenção e considera que, o rap é capaz de pegar na linguagem de rua como matéria para a criação artística e elevar o conteúdo de histórias de rua que não conseguem ter cobertura mediática.

https://www.youtube.com/watch?v=p0rvPVDnZD4

 

Música ambiente e Folk Rock

Dead Combo é uma banda portuguesa cujas principais influências musicais são o Fado, o Rock, as bandas sonoras dos Westerns, bem como música da América do Sul e de África.

 

Influências da música tradicional

Galandum Galundaina é um grupo de música tradicional mirandesa criado em 1996 com o objectivo de recolher, investigar e divulgar o património musical, as danças e a língua mirandesa (a segunda língua oficial de Portugal, falado na região de Trás-os-Montes). O grupo faz a ligação entre a antiga geração de músicos e a geração mais jovem, assegurando a continuidade da rica tradição cultural desta região, que durante anos correu o risco de se perder.

https://www.youtube.com/watch?v=cYadPT4EWaY

Outro nome de referência na cena musical de novos olhares para a música tradicional são os Gaiteiros de Lisboa, que promovem o embate directo entre tradição e inovação, respeito pelo passado e vontade de abrir caminhos para o futuro.

https://www.youtube.com/watch?v=cmBrHQwr6lI

 

Jazz com influências Pop

Depois do festival da canção de 2017, os irmãos Sobral ganharam um papel de destaque na música nacional. A artista Luísa Sobral, é uma cantora e compositora portuguesa. Compôs a música Amar pelos Dois, interpretada pelo seu irmão Salvador Sobral, que ganhou o Festival Eurovisão da Canção 2017. A artista lançou o seu quinto álbum em 2018, intitulado Rosa.

https://www.youtube.com/watch?v=wv6IVS5rP3U

O sucesso dos irmãos tem gerado um impulso neste género musical. A prova disso é o álbum As Blue As Red, de Elisa Rodrigues e produzido por Luísa Sobral.

https://www.youtube.com/watch?v=nf2bnNnFwJg

 

O “Novo Fado”

O 25 de Abril de 1974 «ameaçou» o fado dada a sua conotação ao fascismo e por se encontrar associado à trilogia «Fado, Futebol e Fátima» do Estado Novo. No entanto, a partir dos anos 80, o fado começou a emergir com uma nova geração de jovens fadistas que, por questões geracionais se afastam de certo modo, do preconceito criado por este género musical.

Artistas como Carminho, António Azambujo ou Mariza, trouxeram um novo impulso ao Fado alcançado um enorme sucesso tanto a nível nacional como internacional.

Aproveitamos para recordar que o cantor António Azambujo dará um concerto amanhã, dia 21 de junho, às 22h no teatro Apolo de Madrid!